Sony State of Play: novos lançamentos, muita realidade virtual e a desaprovação popular

Sony State of Play: novos lançamentos, muita realidade virtual e a desaprovação popular

A Sony lançou, na última segunda-feira (25), o primeiro episódio do State of Play. O programa, transmitido ao vivo pela internet, foi a alternativa encontrada pela empresa para fazer seus anúncios mais importantes, após a decisão de não participar da E3 2019, que ocorrerá em junho deste ano.

 

Lançamentos

Durante a transmissão, que durou aproximadamente 20 minutos, foram mostrados diversos trailers. Entre eles, os de jogos como Mortal Kombat 11, Days Gone e Crash Team Racing Nitro Fueled, todos com data de lançamento para a partir de abril deste ano, e de adaptações para o Playstation VR, a plataforma de realidade virtual da Sony, como No Man’s Sky Beyond, Blood & Truth, Five Nights at Freddy’s VR: Help Wanted, que serão lançados a partir do final de maio deste ano.

Abaixo, o vídeo do primeiro episódio do State of Play com legendas em português:

O produto que mais chamou atenção, porém, foi o inédito Iron Man VR. Apresentado logo no início da transmissão, o jogo, também dedicado à realidade virtual, ainda não tem uma data de lançamento exata: apenas se sabe que será lançado ainda neste ano. O grande diferencial, claro, parece ser a capacidade do jogo de fazer o player sentir-se dentro de uma armadura Mark de verdade, usada pelo herói na história. Todavia, ainda não se tem muitas informações sobre o assunto.

A reação dos espectadores

O feedback dos usuários, contudo, foi muito negativo: o vídeo (upload da livestream) encontrado no canal oficial da PlayStation no Youtube, conta até o momento com mais de 19,6 mil dislikes, contra 5,6 mil likes. Nos comentários, vê-se muitas críticas ao enfoque dado pela companhia à realidade virtual, que necessita de acessórios que, na maioria dos casos, devem ser comprados separadamente. Além disso, ao optar por uma apresentação mais curta, a Sony teve de deixar de fora os gameplays mais longos, que eram comuns em suas conferências na E3. Vale lembrar que, durante a E3 2018, estavam presentes jogos “maiores”, não dedicados à plataforma de realidade virtual, e mais “esperados”, como The Last of Us Part II, Resident Evil 2 Remake, Ghost of Tsushima e Spider-Man.

 

Conclusão

Assim, o State of Play mostrou ter sido um passo muito ousado da Sony, que abandonou uma das formas mais tradicionais de anúncio de produtos: a participação na E3. A reação negativa do público poderia, pois, até ser esperada, principalmente com uma mudança muito radical no conteúdo da apresentação, que teve uma participação muito maior da realidade virtual.

 

Mais informações sobre o State of Play: blog.br.playstation.com/2019/03/25/state-of-play-assista-ao-vivo-hoje-as-1800

Lucas Moré Pereira

- Mais do que filmes, séries e jogos, gosta de entender a tecnologia por trás das obras - Se o mundo ficasse off-line, faria de tudo para criar sua própria internet - Passa o dia intercalando seu tempo entre o violão e o computador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *