Seriados Inesquecíveis: Super máquinas

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas

Neste artigo, lembrarei uma febre dos anos 80: seriados de TV em que eram exibidas super máquinas fora de série, fossem elas carros, motos, helicópteros ou o que viesse à imaginação dos roteiristas e produtores.

Entre parênteses está o título com que o seriado foi exibido no Brasil. Para ajudar a relembrar os seriados, no final de cada seriado está um link para o vídeo da abertura original exibida na TV.

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas – Knight Rider (“A Super Máquina”)

“A Super Máquina” foi o precursor de todos os seriados deste artigo e, provavelmente, o que fez maior sucesso no mundo todo. Ele foi exibido nos EUA de 1982 a 86. A máquina em questão era KITT, um Pontiac Firebird Trans-Am preto, um super carro pilotado por Michael Knight, interpretado por David Hasselhoff. Ele trabalha para a Fundação Knight e, junto com KITT, enfrenta bandidos e outras situações perigosas nos EUA. Diferente dos outros seriados, KITT é um personagem à parte: o carro não precisa de piloto, fala e tem personalidade própria, o que o tornava o centro das atenções. Um episódio inesquecível é “KITT x KARR”, quando ele encontra seu “irmão gêmeo diabólico”, que não dá o menor valor para os seres humanos. O seriado fez tanto sucesso que foram feitos dois longa-metragens “Knight Rider 2000”, em 1991, e “Knight Rider 2010”, em 1994. O primeiro foi uma evolução tecnológica de KITT e foi protagonizado por Hasselhoff. Já o segundo tinha pouco a ver com o seriado original. Em 2008, foi lançada um novo seriado de TV, voltando à idéia original. Aqui, o protagonista é o filho de Michael Knight (que faz uma aparição no episódio piloto) e KITT é agora um Ford Shelby GT500KR Mustang, que tem a capacidade até de mudar sua cor e forma!

Abertura:

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas – Airwolf (Águia de Fogo)

O primeiro episódio do seriado sobre o super helicóptero de combate foi ao ar em 1984 e impressionou pela qualidade das cenas aéreas. Devido ao sucesso alcançado, o seriado durou 4 temporadas! O protagonista Stringfellow Hawk era interpretado pelo ator Jan Michael Vincent, que já havia participado de dezenas de seriados de TV em papéis menores. Porém, após o sucesso de “Águia de Fogo”, o ator enfrentou problemas com alcoolismo e sérios acidentes de automóvel. Uma curiosidade: o helicóptero usado como “Águia de Fogo” é um Bell 222A.

Abertura:

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas – Streethawk (Moto Laser)

O “Falcão das Ruas”, numa tradução literal, era uma super moto, capaz de atingir a incrível velocidade de 450 km/h! Além disso, era armada com metralhadoras, canhão laser e lança-mísseis. Era um projeto secreto do governo e o ex-policial Jessie Mach foi o escolhido para pilotá-la nas ruas, combatendo o crime. O seriado foi ao ar em 1985 e só durou 13 episódios. Jesse era apoiado à distância por Norman Tuttle, o projetista da moto, que monitorava seus movimentos e dava uma ajudinha para controlar a moto – especialmente quando o “hypertrust” era acionado. Um episódio que eu não esqueço é quando houve um problema nos computadores e Jesse teve que pilotar manualmente a moto durante o “hypertrust”, o que parecia ser humanamente impossível.

Abertura:

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas – Blue Thunder (Trovão Azul)

O “Trovão Azul” foi outro seriado sobre um super helicóptero de combate, também lançado em 1984, mas que não conseguiu o mesmo sucesso de “Águia de Fogo”. O seriado foi inspirado em um filme para cinema com o mesmo nome, feito em 1983 e estrelado por Roy Scheider. Uma curiosidade: Dana Carvey, de “Quanto Mais Idiota Melhor”, era o co-piloto do helicóptero. Dois jogadores de futebol americano, Bubba Smith e Dick Butkus, também participavam do seriado. O seriado durou apenas 11 episódios. Um dos motivos para o cancelamento foi justamente a similaridade com “Águia de Fogo”, que estava obtendo muito mais sucesso.

Abertura:

Seriados Inesquecíveis: Super máquinas – Automan

Este não é exatamente um seriado sobre uma super máquina. Automan era um ser gerado por um programa de computador que podia se materializar para ajudar seu criador a combater o crime. No entanto, como auxiliar, Automan tinha “Cursor”, uma bola de energia luminosa capaz de materializar as mais incríveis máquinas, como carros, helicópteros e o que mais fosse necessário para o herói cumprir sua missão. O veículo que mais chamava a atenção era um Lamborghini Countach LP400 capaz de fazer curvas de 90º sem precisar desacelerar! Um fato engraçado é que “Automan” só podia se materializar à noite devido à altíssima quantidade de energia consumida no processo. Infelizmente, “Automan” foi outro seriado que teve vida curta: ele foi exibido em 1983 e durou apenas 13 episódios.

Abertura:

 

Miguel Leite Collado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *