Apesar dos vários soluços que enfrentou durante o desenvolvimento do primeiro Destiny, o projeto da Bungie finalmente se tornou um sucesso com fãs de shooter e sci-fi ao redor do mundo, no entanto a crítica não gostou muito. Além de uma narrativa aparentemente fraturada e fragmentada, o que se tornou mais evidente após o lançamento do novo IP, foi uma notável falta de atividades no final do jogo.

O estúdio nem sempre lançava conteúdos adicionais regulamente, e mesmo quando era lançando com certa regularidade, a Bungie nem sempre foi capaz de acompanhar a demanda.

Falando à GamesIndustry, o CEO da Activision Eric Hirshberg reconheceu os longos períodos de espera para grandes expansões e revelou que não estava feliz sobre isso:

Eu não tenho estado feliz com o tempo de liberação [de novos conteúdos].

Para remediar isso, a Activision trouxe em outros estúdios internos para ajudar a reduzir a carga de trabalho da Bungie e aumentar a frequência de novas atualizações de conteúdo.

Uma das coisas que você verá após o lançamento de Destiny 2 é que temos desenvolvedores adicionais da Activision trabalhando no desenvolvimento de conteudo de Destiny com a Bungie. Isso vai permitir que nós continuemos alimentando o ecossistema com novos conteúdos.

Destiny 2 será lançado em 06 de setembro para Xbox One e PlayStation 4.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here