5MAIS REFERÊNCIAS DOS QUADRINHOS

A série sempre teve suas próprias tangentes através da introdução de subtramas e personagens que não faziam parte do enredo dos quadrinhos, às vezes as mudanças vieram para melhor, e às vezes para pior. Mas eles sempre conseguiam voltar ao material de origem a cada episódio exibido. No entanto, a maior parte da sétima temporada foi uma enorme tangente por si só, introduzindo tanto o pessoal do Oceanside quanto os Scavengers dentro dos episódios uns dos outros, o que só pesou a série com uma infinidade de novos personagens.

Claro, não seria divertido seguir os quadrinhos em uma linha reta, mas não poderíamos deixar de notar que alguns dos melhores episódios da temporada passada foram em grande parte baseados no material de origem. “Sing-me a song” é um grande exemplo disso, juntamente com “Hearts Still Beating” que mostra a crônica da viagem secreta de Carl para o Sanctuary e a visita surpresa de Negan a Alexandria, vale mencionar também o final da temporada que foi cheio de ação graças a grande referência dos quadrinhos. Estes episódios forneceram alguns dos momentos mais intensos da sétima temporada, tudo isso graças a Robert Kirkman.

Se a oitava temporada pudesse fazer um trabalho melhor em paralelo com os quadrinhos, provavelmente terminaríamos com uma oitava temporada muito mais leal com episódios melhores do que vimos na temporada passada.

4UM RETORNO ÀS RAÍZES DO TERROR

Evidentemente, The Walking Dead nunca foi uma série de terror na linha de Hannibal ou American Horror Story. Mas nas primeiras temporadas, a série ainda conseguiu nos dar um sentimento de medo aos seus poucos episódios. Infelizmente, grande parte do suspense parecia estar ausente nos últimos dezesseis episódios da sétima temporada, deixando o tom da série em algum lugar entre um drama e uma série de ação.

As pessoas que gostam de histórias de zumbi e também adoram o gênero de terror por padrão, e gostaríamos de algumas cenas mais noturnas com mais suspense. Uma aparição do Whisperers (que deve quase certamente vir até o final da próxima temporada) pode ser exatamente o tipo de suspense e terror que estamos procurando.

3ACABE COM GREGORY

Se você nem percebeu, Gregory estava totalmente ausente do final da temporada, certamente não podemos culpá-lo. A última vez que vimos este líder covarde, ele estava planejando fazer uma viagem, presumivelmente para fazer uma visita a Negan para acabar com todos os segredos. Em sua ausência, Maggie assumiu o papel de líder, com a aprovação de Jesus. Mas se Gregory retornar para Hilltop na oitava temporada, ele continuará sendo o líder?

Gregory basicamente não faz nada, e ele continua a deixar Simon mandar nele. Maggie basicamente tem liderado o Hilltop desde que ela se recuperou da morte de Glenn, e embora Gregory ainda tenha uma longa vida nas histórias dos quadrinhos, ficaríamos agradecidos de ver esse personagem desaparecer nesta oitava temporada.

2HISTÓRIA DE ORIGEM DE NEGAN

É difícil de acreditar que tantas pessoas se ajoelhariam literalmente diante de um homem que é tão sadista. Ele dá aos seus seguidores mais do que oportunidades suficientes para assassiná-los, e ainda assim ele permanece totalmente ileso.

Um episódio que poderia entrar em planejamento pode ser um em que explora o passado do personagem. O que Negan fez em sua vida passada? Como ele obteve seus primeiros seguidores? E como ele chegou a esse ponto onde ele pensa que está tudo bem tomar a esposa de outro homem, mas castiga a violência contra mulheres com morte?

1A GUERRA QUE ESTAMOS ESPERANDO

A guerra finalmente começou, e até mesmo Negan sabe que trazer Rick e seus seguidores de volta sob seu controle está simplesmente fora de questão. Os aliados conseguiram expulsar os Saviors de Alexandria, dando-lhes sua primeira vitória contra o líder megalomaníaco, uma vez que foram forçados a trabalhar como escravos. Mas se aprendemos alguma coisa com as temporadas passadas, sabemos que esta será uma longa e sangrenta batalha com corpos espalhados em ambos os lados.

Levou dezesseis episódios para Rick finalmente lutar, e na oitava temporada esperamos que toda esta preparação tenha aquele sentimento de ‘valeu a pena esperar’. O final cheio de ação foi um começo promissor, e se a primeira metade da oitava temporada pode fornecer uma série de batalhas vamos ficar muito animados. O que a temporada não deve fazer, no entanto, é fazer com que os personagens continuem a pensar em o que fazer a seguir.

COMPARTILHAR